Skip to content Skip to footer

/

(Sabrosa, Celeirós, Vilela do Douro, 2 de setembro de 1936 – Lisboa, 17 de novembro de 2018) José Loureiro dos Santos foi um militar e político português. No ano em que concluiu os estudos secundários em 1953, ganhando o prémio nacional de melhor aluno dos liceus, ingressou na Escola do Exército onde escolheu a Arma de Artilharia, fazendo o tirocínio na Escola Prática (1956/1957). Foi promovido a Alferes e, sucessivamente, a: Tenente (1959), Capitão (1961), Major (1969), Tenente-Coronel (1976), Coronel (1979), Brigadeiro (1982), General (1987) e General de 4 estrelas (1991). Transitou para a situação de reserva em 1993, a seu pedido, por desentendimentos com o Governo de então, e passou à reforma em 1998. Foi também colaborador de publicações e revistas nacionais e estrangeiras em assuntos de Estratégia e Segurança e Defesa, assim como da imprensa escrita nacional e estrangeira, tendo sido colunista regular nos jornais Diário de Notícias (1978 a 2004), Público desde essa data, e no Correio da Manhã (2008 a 2011). De entre as várias suas outras actividades destacamos: Professor do Instituto de Altos Estudos Militares como oficial general; Professor no Instituto de Altos Estudos da Força Aérea; Professor no Instituto da Defesa Nacional; Membro do Conselho de Investigação de Segurança e Defesa do Instituto de Estudos Superiores Militares (CISDI). Foi ainda Professor catedrático convidado no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, Sócio efetivo da Academia das Ciências de Lisboa (eleito sócio correspondente em 2008 e efetivo em 2010), tendo desempenhado as funções de Vice-Secretário-Geral da Academia e de Vice-Presidente da Classe de Letras e

membro cooptado do Conselho Geral da Universidade de Lisboa e fez parte do Conselho de Honra do Instituto de Estudos Sociais e Políticos.

Livros Relacionados

CEUTA, 1415
José Loureiro dos Santos
25,24